Servidores cobram na assembleia recomposição inflacionária junto ao governo

Servidores das mais diversas autarquias e órgãos públicos estiveram reunidos na Assembleia Legislativa fazendo pressão e cobrando que os deputados estaduais garantam junto ao governo Casagrande o cumprimento da recomposição inflacionária conforme previsto na Constituição.

Durante toda a tarde desta segunda-feira, 18 de junho, os servidores abordaram os parlamentares entregando uma carta aberta que detalha as perdas salariais e a conjuntura econômica favorável, visto o superávit das contas públicas, bem como os recursos oriundos dos royalties de petróleo.

Após a ação junto aos deputados, os servidores estiveram na galeria do plenário acompanhando a votação da LDO 2020 e reforçando com faixas o pedido da concessão da recomposição inflacionária para a categoria.

Diversos deputados se manifestaram a favor da valorização dos servidores, no entanto, nenhum deles apresentou sequer alguma emenda que garantisse percentual de recomposição dos salários.

O presidente do Sindipúblicos, Tadeu Guerzet, avalia que será necessário ampliar a movimentação com novos atos públicos e possível paralisação. “A pergunta que temos que fazer é, por que até o momento o governo não concedeu a revisão? Não há mais motivos e justificativas para sacrificar os servidores negando o direito constitucional. O governador Casagrande precisa cumprir como combinado durante a campanha e sentar conosco negociando o percentual”.

 

Confira abaixo a carta entregue aos deputados: