Secretária nega diálogo e Sindicato vai à justiça pra resguardar servidores

O Sindipúblicos cobrou uma reunião, virtual, para diálogo junto à  secretária da Seger, Lenise Loureiro, participante da Sala de Situação, responsável pelas ações governamentais para conter o Covid-19.

No entanto, mostrando mais uma vez o descaso com os servidores, a secretária  negou essa possibilidade.

Com isso, o sindicato entrará com medidas judiciais e denúncias nos órgãos de proteção ao trabalhador como Ministério Público do Trabalho.

Isso se faz necessário diante a morosidade do Governo Casagrande em tomar atitudes que resguardem de fato a vida dos servidores e contribuam com a redução de 60% de circulação da população, conforme orienta a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A falta de respeito dos gestores e a incompreensão dos mesmos têm colocado a vida de servidores, e por consequência da população, em risco.

São várias denúncias recebidas pelo Sindipúblicos: falta de material de higienização; salas com ar condicionado lotadas; servidores do grupo de risco, até mesmo adoentados, ainda trabalhando, servidores de quarentena no local de trabalho etc.

Precisamos que o Estado tenha compromisso com o cidadão capixaba e mantenha apenas serviços essenciais liberando demais funcionários de atuação. A direção do sindicato tomará todas as medidas cabíveis, e  avalia inclusive a convocação de uma greve geral.