• Home
  • Notícias
  • Matérias
  • Nota de repúdio e pesar – Mais uma aposentada morre sem receber Trimestralidade do Estado

Nota de repúdio e pesar – Mais uma aposentada morre sem receber Trimestralidade do Estado

É com profunda tristeza e pesar que comunicamos o falecimento da servidora Araci Gomes Fernandes, nossa sindicalizada aposentada, moradora de Barra de São Francisco. Araci morreu no último dia 13 em decorrência de um câncer. Ela é mais uma servidora dentre tantas que faleceram ser terem o direito ao recebimento do Precatório da Trimestralidade enquanto vivas. Apesar do mérito já reconhecido, um verdadeiro conluio entre judiciário e executivo capixaba faz o pagamento se arrastar há anos sem que os servidores sejam respeitados.

“São anos de serviço à sociedade, ao Estado e o que recebemos é desprezo, descaso por parte do poder judiciário e também dos governadores. Apesar do STJ já ter garantido o direito ao pagamento, tanto Hartung quanto Casagrande tem agido pra protelar esse pagamento, prejudicando milhares de famílias”, comenta Tadeu Guerzet, presidente do Sindipúblicos.

O Sindipúblicos reforça que atua constantemente no acompanhamento do processo dos precatórios da Trimestralidade cobrando a devida celeridade e respeito do judiciário e executivo. No entanto, falta sensibilidade e cumprimento dos direitos constitucionais por parte dos poderes. Já se passou mais de uma década sem que o processo tenha sido pago, servidores morrendo sem usufruírem do fruto do seu trabalho.