Movimentos sociais cobram reparação contra os crimes cometidos pela Vale

Dias 20 e 21 de junho têm assembleias nas regiões Sul e Serrana
15 de junho de 2022
Governo e maioria dos deputados arquivam PL de Majeski que amplia transparência às obras públicas
21 de junho de 2022

Nesta quarta feira, 22 de junho, a partir das 06 da manhã, atingidos pelo crime da Vale no Rio Doce se manifestam na Praça do Papa.

O ato tem o apoio e participação de comunidades de Baixo Guandu, Colatina, São Mateus, Linhares e Conceição da Barra, aldeias indígenas de Aracruz, pescadores, além de um ônibus do Leste de Minas se encontram com o movimento de Direitos Humanos, Movimento Estudantil, Centrais e Sindicatos – dentre esses o Sindipúblicos – que também participam da manifestação com suas próprias pautas.

A ação tem por finalidade denunciar as sucessivas violações de Direitos Humanos cometidas pela empresa, nas mais variadas esferas: ambientais, de saúde, socioeconômicas e trabalhistas.

Convém lembrar que a Vale, além do maior crime ambiental também carrega em seu currículo o maior crime trabalhista da história do país, com 278 mortes, a maioria de seus funcionários no rompimento da Barragem de Brumadinho.

Segundo o MAB – Movimento dos Atingidos pelas Barragens, “apesar da reincidência ninguém nunca foi punido, multas não foram pagas e acordos foram descumpridos. É neste sentido que atingidas e atingidos vem denunciar a impunidade – não só criminal, mas pelos seguidos rompimentos de acordo por parte da empresa no contexto da reparação do Rio Doce”.

O Sindipúblicos é uma das entidades que estarão presentes para reforçar a importância do poder público garantir a plena fiscalização de nosso meio ambiente e garantir que em casos de crimes ambientais todos sejam devidamente reparados.


O ato terá transmissão via Facebook – Mabespíritosanto pelo twitter MAB_Brasil ou pelo instagram @atingidosporbarragens

.

Foto: Coletivo de Comunicação do MAB

.

O Sindipúblicos conta com você. Filie-se e fortaleça a nossa luta!

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + doze =