ES perde Lula Rocha, atuante na defesa dos direitos sociais

STF garante inconstitucionalidade em manobra do ES que inclui inativos em despesas com educação
11 de fevereiro de 2021
Governo Guedes Bolsonaro quer congelar salário de servidores por três anos
19 de fevereiro de 2021

Luiz Inácio Silva Rocha, 36 anos, morreu na manhã desta quinta-feira, 11 de fevereiro. Estava internado no Hospital Dório Silva, Serra, para realização de hemodiálise quando veio a óbito.

Lula Rocha, como o companheiro de luta era conhecido, atuou incansavelmente na defesa dos direitos sociais, em especial no combate ao racismo e no movimento negro. Era constante sua participação e apoio aos movimentos reivindicatórios em defesa dos servidores e dos trabalhadores em geral, participando e articulando em conjunto greves, paralisações e outras manifestações com este Sindipúblicos.

Entre os momentos de destaque da trajetória de luta, Lula Rocha representou o Brasil na ONU em 2013 ao participar, enquanto coordenador do Fórum Estadual da Juventude Negra (Fejunes), do “Diálogo Interativo Global sobre Iniciativas de Juventude da ONU”, evento transmitido para vários países e que contou com a participação do secretário geral Ban Ki-moon, além de oficiais séniores e peritos da ONU.

O militante também foi um dos responsáveis pela fundação de um dos primeiros cursinhos populares no Espírito Santo, que contribuiu na formação e acesso de diversos jovens ao ensino superior, a Rede AfirmAção. Lula ainda foi coordenador-geral do Centro de Apoio aos Direitos Humanos, do Círculo Palmarino e do Fórum da Juventude Negra do Espírito Santo.

A diretoria do Sindipúblicos vem desejar sinceros sentimentos de pesar aos amigos e familiares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − sete =