Des. Ronaldo de Souza vota favorável ao retroativo do auxílio-alimentação 

 Na tarde desta quinta-feira (30), o Pleno do Tribunal de Justiça do ES continuou o julgamento do Incidente de Resolução de Demandas Repetitivas (IRDR) quanto ao pagamento do retroativo do auxílio-alimentação.

Na ocasião, o desembargador Ronaldo de Souza acompanhou o voto anterior, proferido pelo des. Feu Rosa, e também foi favorável aos servidores receberem os valores do retroativo do auxílio-alimentação.

Até o momento, dos 28 desembargadores que compõem o Pleno, três votaram contra o retroativo e dois a favor dos servidores.

Para ele, a defesa do governo não se ampara nos preceitos legais, visto que o servidor foi o único prejudicado por ter ficado todos esses anos sem receber a verba alimentar, considerada inclusive um dos ítens  essenciais na sua sobrevivência.

Também destacou em seu voto que o valor do auxílio-alimentação se caracteriza como mínimo existencial, e que o governo Hartung não deve usar da justificativa de que o pagamento do retroativo daria um prejuízo às contas públicas. Após o voto favorável aos servidores, o desembargador Sérgio Gama pediu vistas.

O Sindipúblicos  tem acompanhado cada movimentação no julgamento do IRDR do auxílio-alimentação e está confiante que os demais desembargadores continuem a seguir os votos de Feu Rosa e Ronaldo de Souza que se mostraram imparciais e com efetivo compromisso com a sociedade colocando em prática as determinações legais sem interferências políticas.

  • Claudia Marcia Jesus

    Quantos ainda faltam p votar?

    • All3X

      são 28 desembargadores ao total.

  • Willians Bermudes

    Justiça seja feita, se pode para uns porque não pode para outros?
    Que os demais desembargadores possam entender a importância desse retroativo e acompanharem os 2 últimos votos.
    Deus nos abençoará!
    Esse retroativo é tão pouco para o Governo, mas para os funcionários públicos significa muito.

    • Otilia Maria Souza

      Amém!

  • Daniel Ferreira

    Que sacanagem essa votação a prestação heim. Nesse ritmo daqui uns 2 anos acabam de votar.

  • Peterson Tesch da Silva

    Brincadeira essa votação…A cada voto de um desembargador, um outro vai la e pede vistas…Eles devem receber jeton por sessão, só pode…