Após pressão do Sindipúblicos, Hartung veta aumento de 18% de seu salário

Após o Sindipúblicos e demais entidades terem denunciado à sociedade a manobra dos deputados estaduais que autorizava o aumento de 18,32% nos salários de governador, vice e secretários, Hartung vetou a proposta.

Caso fosse aprovada, o governador rasgaria todo discurso de seu mandato em governar conforme conjuntura econômica, que continua bem instável. Logo, sendo incoerente garantir um aumento para o próximo ano.

É inadmissível a proposta dos deputados que, ignorou o fato dos servidores estarem com uma perda salarial superior à 22%, concedendo apenas 5% para a categoria, tendo inclusive profissionais que recebem um salário mínimo; mas defenderam um aumento de 18% para o governador , vice e secretários. O que se espera dos parlamentares é a defesa isonômica de toda uma categoria, garantindo um aumento linear e justo para todos, sem privilégios.

O Sindipúblicos, além de repudir a atitude dos deputados, lembra aos servidores e demais cidadãos capixabas, para que durante as eleições não reeleja políticos que insistem em governar apenas para um seleto grupo de empresários e demais amigos políticos.

  • Ricardo Louzada

    Decisão sábia, decente, correta, que merece ser elogiada!

  • PAULO ROBERTO DE CASTRO

    Bastidores de uma certa casa de negociações escusas dão conta de que o veto do Governador será derrubado na Assembléia Legislativa, fato que implicará em aumento salarial automático e diferenciado não só para o Governados e afins, como também para os servidores que hoje esbarram no teto constitucional.