Ales aprova PLC 22 e adia votação das PLCs 18, 19, 20 e 23

Após uma semana de mobilização dos servidores e muitas negociações junto aos deputados, a ALES aprovou o Projeto de Lei Complementar (PLC) nº 22/2012, que reorganiza o cargo e a respectiva carreira de especialista em políticas públicas e gestão governamental, com emendas modificativas.

Já os PLCs 18, 19, 20 e 23, referentes ao Plano de Cargos e Salários dos demais servidores do estado, foram para o debate e deliberação em sessão extraordinária – depois de prevalecido o prazo regimental –, convocada em seguida pelo presidente da Mesa, deputado Theodorico Ferraço (DEM). No entanto, os projetos permaneceram no prazo regimental por decisão das Comissões de Saúde (PLCs 18 e 19) e de Justiça (PLCs 20 e 23) e só voltarão à pauta após o recesso parlamentar que irá de 18 a 31 de julho.

“Os deputados viram que nós não estamos satisfeitos. Isso só foi possível pois os servidores lotaram as galerias da Assembleia e mostraram aos deputados que os projetos apresentados pelo governo não atendem as reivindicações dos trabalhadores. Durante o recesso, esperamos que o governador realmente ouça e negocie com os servidores. É inadmissível o Estado falar em equalização e apresentar um projeto que em alguns casos irá congelar os salários dos servidores” reforça Gerson Correia de Jesus, presidente do Sindipúblicos.